sábado, 7 de janeiro de 2017

EX-PRESIDIÁRIO VÍTIMA DE DISPAROS DE ARMA DE FOGO NOS PINTOS MORRE NO HOSPITAL TARCÍSIO MAIA EM MOSSORÓ NO RN.

Faleceu durante a madrugada deste domingo, 08 de janeiro de 2.017 em dos leitos do Hospital Regional Tarcísio Maia, vítima de disparos de arma de fogo, o ex-presidiário Marlon Mateus Alves de Macedo de 23 anos de idade, que residia no bairro Costa e Silva, antigo Pintos em Mossoró no RN.

Marlon foi alvejado com três disparos de arma de fogo, dos quais dois o atingiram na cabeça, fato ocorrido durante a noite de sábado, (07), quando chegava em casa pilotando uma motocicleta.

Os disparos de acordo com a polícia, teriam sido efetuados por elementos que ocupavam um veículo tipo carro, de placas não anotadas.

Gravemente ferido, Marlon foi conduzido inicialmente por por um popular em uma camioneta para a U P A do Alto de São Manoel, e depois devido a gravidade, teve que ser transferido em uma ambulância do Samu para o Hospital Regional Tarcísio Maia, onde veio a óbito, repito, durante a madrugada deste domingo.

A vítima já havia cumprido pena enquadrado no artigo 157 do Código Penal Brasileiro, assalto, fato registrado em Mossoró.

Quando recebia os primeiros atendimentos na Unidade de Pronto Atendimento do Alto de São Manoel, Marlon ainda conseguiu fornecer a polícia o nome da  pessoa que teria efetuado os disparos contra ele.

Mossoró já contabiliza o quarto crime de homicídio de 2.017 num período de sete dias.

A Polícia Civil através do Dr. Rafael Arraes e a equipe dele, vai instaurar inquérito policial para apurar o caso. 

Nenhum comentário: