quinta-feira, 26 de outubro de 2017

POLICIAL MILITAR É AFASTADO DE SUAS FUNÇÕES POR TER MATADO UM CACHORRO A TIROS.

Policial Militar afastado de suas funções por ter morto um cachorro a tiros.

O caso ocorreu na capital maranhense São Luiz na terça feira, 25 de outubro de 2.017, no bairro Aurora.

Um policial militar, de nome Jonilson Soares Rodrigues, foi afastado de suas funções por ter matado um cachorro a tiros. O cão estava brincando com uma criança de 10 anos de idade, sobrinha do dono do animal, quando foi alvejado e morto.

O soldado, de acordo com o que apurou o G I já havia dito que o cachorro era perigoso, e que poderia atacar as pessoas.

O dono do animal disse o contrário na delegacia. Ele disse que o cachorro era dócil, brincalhão, alegre, e nunca havia atacado ninguém.

A presidente da Comissão de Defesa e proteção aos animais, disse que o policial além de ter matado o cachorro, ainda colocou em risco a vida da criança, e de outras pessoas que passavam pelo local.

Ela alegou também que o policial entrou na corporação este ano, e não poderia ainda estar portando arma de fogo. Nem de serviço ele estava disse a presidente da comissão.

O sindicato da categoria disse que será aberto uma sindicância, e o caso será apurado.

Fonte e foto - GI Maranhão.
Redação - Ferreira Monte.

Nenhum comentário: