quarta-feira, 29 de novembro de 2017

PLANTÃO POLICIAL CONSIDERADO VIOLENTO COM O REGISTRO DE MAIS UM CRIME DE HOMICÍDIO EM MOSSORÓ NO RN.

Vítima Cleiton Nunes. 
Foto - Passando na Hora.
O plantão policial de terça feira, 28 de novembro de 2.017 para esta quarta feira, (29), foi considerado bastante violento, com o registro de um crime de homicídio, um indivíduo baleado em confronto com a PM, duas motocicletas tomadas de assalto, dois roubos a transeuntes, um furto em repartição pública, furtaram o celular de um professor, e um furto de veículo.

À atuante equipe, composta pelo delegado bacharel Fernando Antônio, agentes Wilson Fernandes, chefe de investigação, agentes Jácome, Gildembergue, e escrivã Gisely.

O crime de homicídio ocorreu durante a madrugada desta quarta feira, por volta das 02hs e 10m. no bairro Alto da Conceição, região do Pantanal, mais precisamente na Rua Margarida da Costa Carvalho.

A vítima, de nome Cleiton Nunes, que tinha 21 anos de idade, era natural de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, residia em Mossoró, no endereço acima citado, foi morto com vários disparos de arma de fogo, de grosso calibre efetuados por elementos não identificados pela polícia.

Informações que Cleiton "MC" como era mais conhecido, se encontrava em casa, em companhia da esposa e um filho, quando os criminosos chegaram arrombaram a porta dos fundos com utilização de pedras, e adentraram a residência.

A vítima tentou se livrar da ação criminosa, mas terminou sendo morto em via pública. Com o própria sangue da vítima os criminosos escreveram na parede da residência as letras T 2 que segundo a polícia, é uma alusão ao sindicato do crime RN.

A Polícia Militar Cabo Nuniz e  Cabo Arimatéia, comandantes de viaturas de patrulhamento fez o isolamento da área até a chegada de uma equipe do Itep,  que fez a perícia no local, e a remoção do corpo para a base do órgão para ser examinado pelo médico legista de plantão. É o crime de homicídio de número 217 em Mossoró este ano.

No bairro Ouro Negro, um indivíduo de nome Alef Evangelista Gurgel, em companhia de dois indivíduos, tomaram um carro de assalto, houve perseguição policial, troca de tiros, e ele terminou sendo baleado, e se encontra internado no Hospital Regional Tarcísio Maia.

Os comparsas conseguiram fugir da ação policial.

Nenhum comentário: