sábado, 20 de janeiro de 2018

MOSSORÓ REGISTRA O DÉCIMO QUINTO CRIME DE HOMICÍDIO DE 2.018.


É difícil de acreditar que pessoas que se dizem videntes, utilizando búzios e baralho, e que fizeram previsões sobre o ano em curso, no tocante a violência, possam estar certos, quando falaram que a violência fugirá completamente do controle das autoridades competentes. O ano de 2.017 provou isso com um número alarmante de assassinatos, furtos, e roubos, em praticamente todos os estados e cidades brasileiras.

Na cidade de Mossoró por exemplo, no estado do Rio Grande do Norte, quinze pessoas já foram assassinadas num período de apenas vinte dias.

O décimo quinto crime de homicídio na cidade, ocorreu agora pela manhã, por volta das 06H e 50 minutos, deste sábado, 20 de janeiro de 2.018 no bairro Alto da Pelonha.

A vítima, um jovem de 22 anos de idade, nome Maximiliano Medeiros Gurgel,  foi morto com vários tiros de pistola calibre 380 em via pública nas proximidades da própria residência.

Os disparos de acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, teriam sido efetuados por dois indivíduos que trafegavam em uma motocicleta tipo Pop.  Maximiliano tinha passagem pela polícia. Ou seja. Antecedentes criminais.

A Polícia Militar fez o isolamento da área até a chegada de uma equipe do Itep, que fez a remoção do corpo para a base do órgão, para ser examinado pelo médico legista de plantão, e em seguida foi entregue aos familiares para o sepultamento.

Nenhum comentário: