terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

DELEGADO DÁ VOZ DE PRISÃO A POLICIAIS MILITARES E O CLIMA FICA TENSO.

Uma acirrada discussão entre Policiais Civis e Policiais Militares, em Taguatinga DF, deixou o clima tenso entre eles, cada um com os nervos a flor da pele, fato registrado durante a madrugada desta terça feira, 27 de fevereiro de 2.018.

De acordo com as primeiras informações, a discussão entre os policiais teria começado por conta de  uma prisão por embriagues ao volante. O condutor do veículo que havia ingerido bebida alcoólica, fato constatado através de teste de bafômetro, sofreu um acidente de transito, e se machucou.

O motorista recebeu voz de prisão e foi conduzido para a 12ª Delegacia de Polícia Civil, em Vicente Pires. Informações que o delegado teria pedido aos militares, que levassem o preso ao hospital, para receber atendimento médico. A PM teria se negado a conduzir o preso, alegando que ele já havia sido recolhido, e que podeira se auto lesionar dentro do cubículo da viatura.

Um sargento da PM pediu apoio de outras viaturas, e cerca de 50 policiais ficaram postados em frente a delegacia com as sirenes das viaturas ligadas.

A negativa da PM gerou um clima de desentendimento entre os policiais militares e os policiais civis. O delegado Yuri Santana, deu voz de prisão a equipe da PM, e mandou confeccionar um Termo Circunstanciado de Ocorrência, TCO.  Um oficial se negou à assinar o TCO.

Também existem informações, que a discussão foi tão acirrada, que até o secretário de segurança pública, Cristiano Barbosa teria sido acionado.

No final das contas, os policiais militares envolvido na ocorrência, foram autuados por omissão de socorro.

Fonte - Metrópoles.

Nenhum comentário: