terça-feira, 3 de abril de 2018

ESTUDANTE DE MEDICINA MORTA EM ASSALTO HAVIA SUSPENDIDO O CURSO E VENDIA OVOS DE CODORNA PARA CUIDAR DA MÃE DOENTE DE CÂNCER.

Profundamente abalados e revoltados, familiares da estudante de medicina Emanuela da Silva Souza, que tinha 33 anos de idade, e foi morta ao ser assaltada na cidade de Rio Branco no Acre, compareceram ao Instituto de Medicina legal, (IML) para receber o corpo da estudante e providenciar o sepultamento. 

A estudante de medicina que já era formada em Técnica de Segurança, gestão ambiental, foi morta ao ser assaltado durante a noite da última segunda feira, (02) na Rio Antonio da Rocha Viana, no bairro Esperança em Rio Branca quando havia ido deixar uma amiga em casa.

informações que dois indivíduos tomaram a motocicleta dela, momento em que ela teria esboçado algum tipo de reação, e terminou sendo morta a tiros nas costas.

Emanuela havia suspendido o curso de medicina na Bolívia, onde fazia o oitavo período, para cuidar da mãe dela que tinha câncer e morreu há um mês. A estudante vendia ovos de codorno para ajudar no aluguel e despesas de casa. Atualmente ela estava desempregada.

Uma irmã dela que passou mal no IML, disse que Amanuela era uma guerreira e teve o sonho dela interrompido de forma covarde e desumana.

Esperamos agora que os culpados sejam devidamente punidos, mas isso não vai trazer a vida de minha irmã de volta.

Para ajudar nossa mãe, que tinha câncer, ela comprava ovos de codorna descascava, e os vendia. Era uma pessoa maravilhosa com um futuro brilhante pela frente. Não acredito que ela tenha tentado reagir disse a irmã de Emanuela.Toda a família, parentes, amigos, ficaram profundamente consternados com o triste e irreparável acontecimento.

G I  - Acre.


Nenhum comentário: