quarta-feira, 9 de maio de 2018

APÓS DOIS MESES MÉDICA ENVOLVIDA EM ACIDENTE DE TRANSITO QUE MATOU PROFESSORA DE DANÇA É INDICIADA.



Geovana era filha única, e morava com a mãe.

A médica Rute Nunes de Queiroz de 49 anos de idade, que se envolveu em um acidente de transito, que resultou na morte da professora de dança Geovana Alves Lemos de 41 anos de idade, em Salvador, foi indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O inquérito policial foi concluído pela Polícia Civil, e encaminhado ao Ministério Público da Bahia, nesta quarta feira, 09 de maio de 2.018, dois meses após o acidente.

A médica dirigia o carro que bateu em uma motocicleta, credenciada como mototáxi, que conduzia a professora para para uma escola onde daria aula de balé. O acidente ocorreu na Avenida ACM.

A médica também vai responder por lesão corporal culposa, quando não há intenção de ferir, uma vez que o mototaxista sofreu ferimentos e escoriações pelo corpo.

Drª Rute chegou a ser presa, mas pagou fiança e foi liberada. Se a denúncia for acatada pelo Ministério Público e pela Justiça, ela irá a julgamento e poderá ser presa novamente.

Ela foi autuada nos artigos 302 e 303 do Código de Transito Brasileiro. O caso ocorreu no dia 15 de março do corrente ano.

A professora era filha única, e morava com a mãe dela no bairro Barra, na capital Baiana. A mãe de Geovana chegou ao local do acidente, e ao presenciar a cena envolvendo a filha, desmaiou.

Todos que conheciam a professora, lamentaram profundamente o triste acontecimento. Ela ela querida por todos, disse um parente.

G I - Bahia.

Nenhum comentário: