quinta-feira, 7 de junho de 2018

INDIVÍDUOS ACUSADOS DE ATEAREM FOGO EM DUAS VIATURAS DO CORPO DE BAMBEIROS NA CIDADE DE MOSSORÓ NO RN SÃO PRESOS POR POLICIAIS DA ROCAM.


Renato Dantas de Souza, o paulista ou "abençoado". Sem camisa.

Motocicleta com queixa de roubo que estava com Andrew.


Marcas de tiros na  unidade do Corpo de Bombeiros.

Viatura que era usada em resgate.
Quatro indivíduos, sendo dois de menor, possivelmente ligados a uma facção criminosa, foram presos durante a madrugada desta quinta feria, 07 de junho de 2.018, por policiais da Rocam, lotados no 12º Batalhão de Polícia Militar, sob o comando do Sargento Renixon, acusados de ter ateado fogo em duas viaturas do Corpo de Bombeiros, e efetuado disparos de arma de fogo, na fachada da unidade na BR 304 saída para Natal, onde funcionou o posto da Polícia Rodoviária Federal, na cidade de Mossoró no estado do Rio Grande do Norte.

De acordo com o Sargento Renixon, a polícia já tinha informações sobre ações criminosas desses elementos, e por volta das 04Hs da madrugada conseguiram prender no Jardim das Palmeiras, próximo ao Seduc nas Malvinas, Renato Dantas tas  de Souza, de 50 anos de idade, natural de Guarujá São Paulo, residente no jardim das Palmeiras, que recebe à alcunha de "Abençodo" e Andrew Willians Santiago da Silva, de 41 anos de idade, preso de justiça, com uso de tornozeleira, que estava com uma motocicleta com queixa de roubo, natural de Mossoró, também residente no Jardim das Palmeiras, e apreender os dois menores. Os policiais encontraram na residência de "Abençoado" que segundo a polícia é um dos líderes de uma facção criminosa onde reside, um dos cartazes que os criminosos deixaram no local, com frases do PCC, ameaçando o governo e estado, e outro com mensagens para membros de uma facção.  

O Sargento disse que eles estão negando à autoria do incêndio que destruiu duas viaturas do Corpo de Bombeiros, uma delas de resgate, mas que tem provas como contra eles, mas isso agora é com a Polícia Civil.

Os indivíduos foram pegos todos em casa, e um deles tentou se evadir, foi feito o cerco policial e o prendemos concluiu o Sargento Renixon.

A arma que foi utilizado pelos indivíduos no local do incêndio não foi encontrada pelos policiais. Todos Foram conduzidos para Delegacia de Plantão, para os procedimentos cabíveis na forma da lei pela autoridade policial competente, no caso o bacharel Evandro Luiz.

Nenhum comentário: