quarta-feira, 12 de setembro de 2018

TAMANDUÁ MIRIM É RESGATADO DEPOIS DE TER SIDO ATINGIDO COM UM TIRO EFETUADO POR UM CAÇADOR.

Atingido por um tiro efetuado por um caçador.


Continua internado sem previsão de alta médica.


Por pouco a bala não  atingiu o pulmão disse o veterinário.
Um tamanduá Mirim foi resgatado perto de um hotel em Toscano, no sul da Bahia, depois de ter sido atingido com um tiro, efetuado por um caçador, fato ocorrido terça feira, 11 de setembro de 2.018.

De acordo com o Departamento de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente, de Porto Seguro, o animal conseguiu fugir depois de ser atingido, e foi localizado por funcionários do hotel, que acionaram a polícia ambiental.

O tamanduá foi conduzido para uma clínica veterinária, onde recebeu atendimento de urgência. De acordo com o superintendente do Ibama na Bahia, Alberto Santana, a caça do tamanduá mirim é crime ambiental, e a pena prevista é de seis a um ano de prisão, além de multa.

Se for comprovado o dolo, intenção de matar, a pena pode ser dobrada, e ainda pode ser aplicada uma multa de 5 mil reais, abertura de processo administrativo, e encaminhamento para desdobramento na esfera criminal, disse o superintendente ao GI.

Por pouco o tiro não atingiu o coração do animal, disse o veterinário.

G I - Bahia.

Nenhum comentário: