quinta-feira, 4 de outubro de 2018

ACUSADO DE ENVOLVIMENTO EM MAIS DE 120 HOMICÍDIOS É MORTO DURANTE CONFRONTO ARMADO COM A POLÍCIA CIVIL.

Com Cicinho foi encontrado uma pistola, e dinheiro fracionado.
Um homem acusado de envolvimento em mais de 120 homicídios ocorridos no baixo sul da Bahia, foi morto durante um confronto armado com policiais civis, fato ocorrido na noite de quarta feira, 03 de outubro de 2.018, na cidade de Valença.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, após uma denuncia anônima, agentes do setor de investigação da 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, localizaram no centro da cidade, Urcisino Vágner Santos Seixas, mais conhecido como Cicinho. Ele era apontado pela polícia como chefe do tráfico de drogas na região de Valença.

Cicinho foi localizado no momento em que recolhia dinheiro proveniente da venda de entorpecentes. Ele estava em um carro, e os policiais passaram a seguir o veículo. Nas imediações do trevo que dá acesso ao bairro Novo Horizonte, os policiais fizeram a interceptação.

Em nota, o delegado José Raimundo Pinto, afirmou que Cicinho desceu do carro atirando ao perceber a presença dos agentes. Durante o revide, ele foi alvejado, e ainda chegou a ser socorrido para Santa Casa de Misericórdia de Valença, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Segundo a polícia, Cicinho além de ter sido o autor ou mandante de mais de 120 homicídios na região, também fornecia armas e drogas para integrantes de grupos criminosos.

Ele já tinha cumprido pena por tráfico de drogas e homicídios no município de Serrinha.

G I - Bahia.

Nenhum comentário: