segunda-feira, 1 de outubro de 2018

ASSALTANTE É MORTO DURANTE TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA MILITAR NA ZONA RURAL DE MOSSORÓ NO RN.

Juan Raimundo Santos de Oliveira, tinha 18 anos de idade, residia na Favela do Velho na cidade de Mossoró no RN.

Assaltante baleado durante troca de tiros com a PM ainda chegou a ser socorrido para o Tarcísio Maia, mas não resistiu e faleceu.




Por volta das 17hs10m desta segunda feira, 01 de outubro de 2.018, policiais da Rocam, Força Tática, G T O, lotados no 12º Batalhão de Polícia Militar, com sede na cidade de Mossoró no estado do Rio Grande do Norte, que tem como comandante o Tenente Coronel Humberto Pimenta, foram acionados pelo Ciosp para se deslocarem até o Sítio Maracanaú na zona rural de Mossoró, onde cerca de sete indivíduos ocupando dois carros, um Gol e um Sitroem, com queixa de roubo, estariam realizando arrastões na referida comunidade.

Os policiais agiram rapidamente, se deslocando para o local da ocorrência, e se depararam com os indivíduos, que ao perceberem a presença da polícia, abriram fogo contra os policiais, que revidaram à altura, baleando um dos assaltantes, que ainda chegou a ser socorrido pela própria polícia para o Tarcísio Maia, mas não resistiu e faleceu. O restante dos assaltantes, abandonaram os veículos e adentraram em um matagal. Os veículos produtos de roubo foram conduzidos para a Delegacia de Plantão para os procedimentos cabíveis.

Informações que uma hora antes da troca de tiros, os elementos fizeram um arrastão em um colégio no Assentamento Muluguzinho também na zona rural de Mossoró, levando feiras para merenda escolar, computadores, caixas de som, e em seguida saíram em direção ao Sítio Maracanaú, onde houve a troca de tiros.

O corpo do indivíduo morto durante a troca de tiros, foi removido da pedra do necrotério do Tarcísio Maia, para a sede do Itep para ser examinado pelo médico legista de plantão.

A Polícia Militar recebeu apoio da Polícia Rodoviária Federal. Informações que os elementos residem na cidade de Mossoró região das Malvinas.






Nenhum comentário: