quarta-feira, 24 de outubro de 2018

VÍTIMA DE DISPAROS DE ARMA DE FOGO DURANTE TENTATIVA DE ASSALTO NA CIDADE DE MOSSORÓ NO RN MORRE NO HOSPITAL REGIONAL TARCÍSIO MAIA.


João Lima Assunção, era irmão do Major Lima Assunção, comandante do 2º( DPRE) Departamento de Polícia Rodoviária Estadual, com sede em Mossoró.

A onda de assaltos, furtos, arrombamentos, e assassinatos na cidade de Mossoró, no estado do Rio Grande do norte, é preocupante. É a violência que assola a nossa cidade, e assusta as pessoas de bem.

A violência aqui está como água de morro abaixo. Ninguém consegue contê-la. A vida vale tanto quanto um celular, um relógio, uma moto, uma carteira, um par de tênis.

Quando saímos ilesos de um roubo, temos que dar graças a Deus, já que nada nos aconteceu. É assim que a gente vive ultimamente.

Agora a noite, quarta feira, 24 de outubro de 2.018, por volta das 19hs.10m um cidadão foi alvejado com disparos de arma de fogo, ao reagir a um assalto, fato ocorrido nas proximidades do 2º Batalhão de Polícia Militar no bairro Aeroporto.

A vítima, João de Lima Assunção de 40 anos de idade, foi conduzido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, onde recebeu os primeiros atendimentos no setor de urgência e emergência daquela unidade hospitalar, mas lamentavelmente não resistiu a gravidade dos ferimentos provocados pelos projetil de arma de fogo, na região do abdome, rosto e braço, e faleceu.

Informações que dois indivíduos em uma motocicleta, tentaram tomar a moto da vítima, que teria esboçado algum tipo de reação, e terminou sendo alvejado.

João era irmão do Major Lima, comandante do 2º DPRE Departamento de Polícia Rodoviária Estadual, com sede em Mossoró.

Ele sofreu a tentativa de assalto quando ia chegando em casa após mais um dia cansativo de trabalho como pedreiro. 


A Polícia Militar está realizando diligências com o objetivo de localizar e prender os criminosos. 

Queremos cumprir com esse doloroso dever, e mandar os votos de pesar ao Major Lima, e toda família enlutada, que passa por um dos momentos mais dolorosas da vida.

Nenhum comentário: