domingo, 13 de janeiro de 2019

CERTO DE QUE HAVIA MATADO A MULHER QUE NÃO O QUERIA HOMEM ATIRA NA PRÓPRIA CABEÇA NO SERTÃO PARAIBANO.

Senhor que impediu que Carlos Antônio efetuasse mais disparos de arma de fogo na mulher.

Certo de que a mulher havia morrido, atirou na própria cabeça.

Um ato tresloucado praticado por um homem de nome Carlos Antônio Gonçalves, de 49 anos de idade,  fato registrado durante a manhã de sábado, 12 de janeiro de 2.019, na cidade de Bom Jesus, no sertão paraibano,  deixou uma mulher ferida a tiros, e o autor dos disparos morto. Cometeu suicídio.

Certo de que havia matado a mulher, por quem tinha uma paixão declarada, e não era correspondido, Carlos Antônio Gonçalves atirou na própria cabeça, e faleceu no local.

A mulher de nome Francicleia Lopes de Souza, de 34 anos de idade, que é irmã de um policial militar, foi conduzida para uma unidade hospitalar, e de acordo com as primeiras informações, o estado de saúde dela é estável.

Segundo a polícia, Carlos Antônio tencionava efetuar mais disparos de arma de fogo em Francicleia, e só não o fez, porque foi impedido por um senhor amigo da família, de 85 anos de idade.

O fato alterou a rotina da cidade, por se tratar de duas famílias bastante conceituadas na cidade de Bom Jesus.

Fonte e fotos - Blog do Ângelo Lima.
Redação - Ferreira Monte.

Nenhum comentário: