terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

NAMORO PELA INTERNET TERMINA EM MORTE. JOVEM DE 19 ANOS MATA GAROTA DE 15 ANOS POR ELA TER SE NEGADO A MANTER RELAÇÕES SEXUAIS COM ELE.

Local onde Vívia foi morta e enterrada.

Uma garota de apenas 15 anos de idade, de nome Vívia  Medeiros Soares, que estava desaparecida da residência dos pais dela situada no zona rural de Vereda, no estremo sul do estado da Bahia, foi encontrada morta por estrangulamento, na manhã de segunda feira, 04 de fevereiro de 2019, no Sítio São João da Prata, na zona rural de Vereda.

Vívia havia desaparecido desde o último domingo, (03) quando conheceu um jovem de nome Daniel Max Santos de Jesus de 19 anos de idade, pela internet.

As buscas pela garota começaram logo no domingo (03) quando a polícia de Vereda foi comunicada do fato pela família de Vívia.

Durante as investigações, a polícia tomou conhecimento que ela havia se comunicado com um jovem pela internet, e que teria sido vista na companhia dele, e de um amigo dele. Os policiais localizaram o suspeito, que inicialmente mentiu sobre o fato, mas terminou confessando que matou a menina, porque ela se recusou a manter relações sexuais com ele. Ele disse ao delegado que investigou o bárbaro crime, que teve um ataque de fúria, depois que chamou a menina para transar, e recebeu um não.

Ele a matou com requintes de perversidade, utilizando inicialmente as próprias mãos, esganadura, e depois utilizou a blusa da vítima, que foi encontrada amarrada no pescoço. Depois que a matou, ele a enterrou em um terreno baldio disse o delegado.

Daniel foi preso e autuado. O crime chocou todos os moradores da comunidade, pela forma brutal, covarde, desumana, cruel, como foi praticado. Era apenas uma menina. Lamentou um familiar. É simplesmente um monstro.

Foto e Fonte - Blog Liberdade News.
Redação - Ferreira Monte.

Nenhum comentário: