quarta-feira, 20 de março de 2019

HOMEM É PRESO EM CAMPO GRANDE NO RN ACUSADO DE FURTO POSSE ILEGAL DE ARMA DE FOGO E CRIME AMBIENTAL.


Estava sendo criado em cativeiro na casa do acusado.
Com uma boa doze de cachaça, depois de cozido, cai bem, mas é proibido.

Um trabalho realizado pelo Sargento Tácio, e o parceiro dele, João Batista, também Sargento da Polícia Militar na cidade de Campo Grande, no estado do Rio Grande do Norte, realizado durante a tarde de terça feira, 19 de março 2019, resultou na prisão de um homem acusado de furto, posse ilegal de arma de fogo, e crime ambiental.

Francisco Bezerra de Melo Neto, de 45 anos de idade, foi preso em casa, situada no bairro Alto da Capela, em Campo Grande.

Francisco, de acordo com os policiais, furtou um aparelho celular de uma pessoa residente no Sítio Fazenda Recreio, objeto esse que foi devolvido ao legítimo proprietário.

Na residência do acusado, os policial encontraram uma espingarda de cartucho, com munições,  um facão, e um teiú, ou tejo, animal réptil que habita regiões de serrado nordestino, e é muito procurado para ser consumido depois de cozido, com acompanhamento de aguardente, cachaça, por aqueles que apreciam uma boa doze da bebida, o que não é o meu caso. Informações que pode ser criado em cativeiro, e comercializado, mas é claro, com o aval do Ibama.

Os policiais também informaram que Francisco Bezerra sofreu uma tentativa de homicídio no mês passado, em Campo Grande.

Ele foi conduzido para a Delegacia, onde foi autuado por posse ilegal de arma de fogo, furto e crime ambiental.

Fonte e foto - Icém Caraúbas.
Redação - Ferreira Monte.

Nenhum comentário: